Encontrado jovem que sumiu após 'surto' em rave em Camaçari - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Encontrado jovem que sumiu após 'surto' em rave em Camaçari

Jovem Eric Geovane, de 22 anos, que desapareceu após um surto durante uma festa eletrônica, popularmente conhecida como "rave", no distrito de Vila de Abrantes, que fica na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, foi localizado na manhã deste sábado (10). 

A informação foi passada pela mãe do jovem, Suely Alves. A Polícia Civil de Vila de Abrantes também confirmou a informação. O jovem foi avistado por moradores perto de uma fazenda da região, próximo de onde a festa ocorreu. Os moradores, então, chamaram a polícia. "Essa notícia me deixou muito feliz. É um alívio. Foi encontrado agora de manhã e aparentemente está bem. Só disseram que ele está bem debilitado e magro, mas está bem. 

Agradeço a Deus por isso, porque pedi muito a ele que meu filho fosse encontrado vivo", disse a mulher, que está na cidade de Irecê, no norte da Bahia, onde mora. A mãe do jovem disse que ficou sabendo que o filho tinha sido encontrado por parentes. "Estou em Irecê e fui avisada agora há pouco. Uma irmã, um tio dele e outros familiares foram para lá ajudar nas buscas e até mandaram fotos dele", destacou. A mãe ainda informou que o jovem foi encaminhado para um hospital de Salvador para passar por uma avalição médica, mas não soube dizer para qual unidade de saúde ele foi levado. 
Festa foi realizada em Vila de Abrantes, região metropolitana de Salvador (Foto: Arquivo Pessoal)
Jovem desapareceu durante festa na Bahia (Foto: Reprodução/Facebook) De acordo com o analista de suporte técnico Kleber Oliveira, que é tio de Eric, o rapaz saiu da cidade de Irecê, onde mora, com mais três colegas, no dia 3 de junho, para participar da festa. No local, segundo o parente, o jovem teria tido um surto e saiu correndo antes de desaparecer. 

Oliveira contou que os pais e demais parentes do jovem só ficaram sabendo do sumiço dele na noite do dia 6. O tio ainda contou que a família não sabia que o rapaz tinha viajado para participar da festa. Os familiares do jovem, que também são de Irecê, viajaram para Abrantes para ajudar nas buscas pelo rapaz, que completa 23 anos de idade no dia 14 de junho. O carro dele, segundo o tio, ficou no local da festa, mas depois foi trazido para Salvador por colegas de Kleber. 

Colegas de Eric fizeram postagens no Facbook do evento pedindo para que as pessoas entrassem em contato com a família caso avistassem o rapaz em algum lugar. Festa Festa foi realizada em Vila de Abrantes, região metropolitana de Salvador (Foto: Arquivo Pessoal) 
Jovem desapareceu durante festa na Bahia (Foto: Reprodução/Facebook)
Na mesma festa, um turista de 34 anos, que era de São Paulo, morreu após passar mal e outro jovem foi picado por uma cobra durante o evento. A morte do turista ocorreu na madrugada de domingo (4). De acordo com a delegada de Abrantes, Maria Daniele Monteiro, o homem chegou a ser socorrido para o Hospital Geral Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, por um primo que o acompanhava na festa. Ele sofreu parada respiratória e, mesmo com as tentativas de reanimação, não resistiu. Ainda conforme a delegada, a vítima apresentava sangramento intenso nas vias respiratórias. 

O corpo do rapz foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador, e liberado na segunda-feira (5) para Osasco, município de São Paulo. O organizador da festa Danilo Nazca Barreto diz que a festa estava legalizada e que lamenta pelos ocorridos. Ele assegurou, ainda, ter prestado socorro ao turista que morreu após passar mal no evento.De acordo com Danilo, o turista foi atendido por um médico e duas enfermeiras, antes de ser levado para o hospital com a ambulância do evento. 

O produtor se apresentou espontaneamente à delegacia na terça (6), onde prestou depoimento para dar esclarecimentos sobre o caso. Danilo disse ainda que, além da equipe encarregada de prestar socorro, o evento contou também com um grupo de seguranças. 

O jovem internado após ser picado peça cobra durante o evento também chegou a ser atendido em uma ambulância da festa. A mãe dele diz, no entanto, que houve negligência por parte dos socorristas por terem liberado o jovem para continuar no evento. Batizada de "Aurora", a festa eletrônica é realizada todos os anos em propriedade particular de Vila de Abrantes. Essa foi a 15ª edição do evento, que conforme divulgação na rede social oficial, tinha capacidade para receber 4 mil pessoas. 

A Prefeitura de Camaçari informou, por meio de nota, que "Os organizadores da festa não pediram qualquer autorização à Secretaria de Serviços Públicos da Prefeitura de Camaçari para realizar o evento por ter sido organizado em condomínio privado". Danilo, no entanto, disse que existe um alvará da prefeitura expedido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur). 

O Corpo de Bombeiros informou que o quartel responsável pela região onde a festa ocorreu não foi notificado da realização do evento.
Tecnologia do Blogger.