Rodoviários aprovam estado de greve, mas farão ainda outra assembleia - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Rodoviários aprovam estado de greve, mas farão ainda outra assembleia


Os rodoviários aprovaram em assembleia na manhã desta quinta-feira, 11, o estado de greve da categoria. Contudo, o movimento ainda tem que ser votado novamente em reunião da categoria no período da tarde. Para o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, o novo encontro vai servir "para referendar o que foi votado pela manhã".
Caso seja aprovado, o estado de greve permite que os trabalhadores interrompam as atividades. Eles, antes, precisam cumprir as etapas da Lei de Greve, que prevê a publicação do edital comunicando o estado de greve em um prazo mínimo de 72 horas.
Por conta disso, Hélio Ferreira alerta que a categoria pode parar a partir de segunda, 15, levando em consideração que o edital seria publicado nesta sexta, 12.
Negociação
Os rodoviários também aprovaram uma autorização para o sindicato pedir a intermediação da Secretaria de Mobilidade (Semob) no intuito de tentar destravar a pauta de negociação. "Vamos mandar hoje um ofício para a Semob pedindo a intermediação, para que eles chamem os empresários para negociar", disse Hélio.
Os trabalhadores pedem reajuste com o percentual da inflação, além de 5% de ganho real. As outras reivindicações são  tíquete alimentação de R$ 20, plano de saúde pago pelo patrão e fim da dupla função do motorista, que, em alguns casos, ainda faz a função de cobrador. Eles pedem também a manutenção dos postos de cobradores, que "os empresários querem tirar", segundo o sindicado. "Os empresários não querem pagar hora extra e querem fazer um banco de horas e a gente não aceita", acrescentou Hélio. A Tarde*
Tecnologia do Blogger.