Pai e filha morrem vítimas de intoxicação numa casa no concelho de Almeida - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Pai e filha morrem vítimas de intoxicação numa casa no concelho de Almeida

Resultado de imagem para Pai e filha morrem vítimas de intoxicação numa casa no concelho de Almeida
O homem, de 42 anos, foi encontrado sem vida "na casa de banho, no polibã" e a menina, de 14 anos, "estava na cama de" um dos quartos, disse ao JN o chefe Luís Faustino, dos Bombeiros Voluntários de Almeida.
Duas mulheres, a mãe da criança, de 42 anos, e uma amiga e colega de trabalho, de 46, foram levadas pelos bombeiros de Almeida para o Hospital da Guarda, com sinais de intoxicação. As vítimas estavam todas no primeiro andar da casa, em Malpartida, no concelho de Almeida.
As vítimas residiam em Serzedo, Vila Nova de Gaia, apurou o JN. O casal e a filha estariam em Malpartida a passar o fim de semana prolongado, na companhia de uma amiga, numa casa da família do homem.
Segundo o chefe Luís Faustino,"suspeita-se que terão sido vítimas de inalação de monóxido de carbono", mas só as perícias da Polícia Judiciária, que já está no local, vão determinar as causas do incidente.
Ao que apurou o JN, as vítimas apresentavam sinais compatíveis com intoxicação de monóxido de carbono, mas só a autópsia poderá determinar com rigor as causas das mortes.
A casa não tem braseiras e a lareira não foi acesa, mas tem um esquentador, que terá estado na origem do acidente.
Os corpos estão já no Instituto de Medicina Legal da Guarda, mas só deverão ser autopsiados amanhã, dado que esta segunda-feira é feriado.
O alerta chegou aos Bombeiros Voluntários de Almeida às 6.16 horas da manhã desta segunda-feira. Aquela corporação mobilizou seis homens, apoiados por três ambulâncias, para o local.
Foi ainda destacada uma ambulância da Cruz Vermelha de Vilar Formoso e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) da Guarda, acrescentou fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) da Guarda.
A GNR tomou conta da ocorrência e a Polícia Judiciária está a investigar as causas.
Tecnologia do Blogger.