Mulheres raspam os cabelos durante intervenção artística - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Mulheres raspam os cabelos durante intervenção artística

Estudantes do curso de Teatro da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) fizeram, na tarde desta segunda-feira (8), uma intervenção artística na Praça Dom Pedro II, no centro de Maceió. O objetivo da ação foi protestar contra os padrões de beleza impostos à mulher na sociedade atual. Três estudantes do 6º período da licenciatura rasparam suas cabeças como forma de se livrar das "molduras".
De acordo com a universitária Rozebel Tenório, a ideia já existia há muito tempo, porque ela se inquietava com os padrões impostos pela sociedade em relação à mulher. "Há essa história de que mulher tem que usar rosa. Mulher tem que usar salto alto, enfim, são muitas questões, por isso tive a ideia de fazer essa ação que servirá, também, como atividade prática das disciplinas", justificou.

O grupo também quis mostrar que cada mulher pode decidir o que quer fazer e como fazer, sem que a sociedade imponha as regras. A ideia era chamar a atenção da sociedade de forma que as pessoas abram espaço para esses questionamentos.
Ainda de acordo com Rozebel, os cabelos cortados serão doados para a Apala, uma associação que presta assistência a crianças e adolescentes com todo o tipo de câncer e adultos com leucemia.
Para o analista de artes cênicas do Senac, Magno  Ângelo, de 33 anos, a ação chamou a atenção e mostra a força que as mulheres têm na sociedade. Segundo ele, por muitos anos a mulher foi submissa ao que a sociedade impôs. Hoje, ela briga pelo seu espaço.
"As imposições da sociedade para a mulher é algo histórico. Por muitos anos a sociedade ditava o que ela deveria ou não vestir ou fazer. Hoje, ela briga por direitos, mostra que não é mais o sexo frágil e aponta o que ela realmente quer", disse.
Ao saber que os cabelos serão doados para uma instituição de cuida de crianças com câncer, Magno relatou que tem um sobrinho de apenas 5 anos que está deixando o cabelo crescer para poder doar também.

"Não sei se alguém falou isso para ele ou se viu na tevê ou algum outro lugar, mas hoje, quando perguntamos o porquê dele deixar o cabelo crescer, ele diz que é para doar para as pessoas que não têm cabelo", finalizou emocionado.
Tecnologia do Blogger.