Após retirada de bala, radialista Jefinho permanece na UTI - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Após retirada de bala, radialista Jefinho permanece na UTI

O radialista Jefinho Simpatia, 49 anos, está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral do Estado (HGE) após passar por uma cirurgia para a retirada da bala que o atingiu durante uma tentativa de assalto, neste domingo (21). O projétil lesionou o fígado e o diafragma do radialista. 
Segundo a ex-mulher do radialista Cristina Matos, Jefinho está se recuperando do procedimento. “Ele está fora de perigo”, disse. A família estuda a possibilidade de transferi-lo de unidade hospitalar, mas nada foi decidido ainda.
Jefinho foi baleado na Alameda dos Umbuzeiros, no Caminho das Árvores, perto do Centro Empresarial Iguatemi. Ele foi atingido no peito, após ser abordado por Bruno Oliveira de Assis, 35 anos, que também foi baleado na ação, por um policial que estava a paisana e baleou o suspeito para evitar que ele atirasse novamente.
Jefinho estava na piscina do prédio em que mora com a filha e havia saído para buscar o sobrinho, quando foi abordado.  
ExtorsãoBruno Oliveira de Assis, 35 anos, que atirou no peito do radialista Jefinho Simpatia, estava preso, recebeu o indulto da Páscoa e não regressou ao sistema penitenciário. A informação é do posto da Polícia Civil, no HGE. Ainda segundo informações do posto policial, ele havia sido preso por extorquir uma juíza.
Já a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que Bruno foi condenado até 2033 pelo crime de roubo, mas estava solto porque não retornou do indulto de Páscoa concedido pela Justiça. Antes ele já cumpria a pena no regime semi-aberto. O não retorno à prisão já havia sido comunicado à Vara de Execuções Penais, para quem um novo mandado fosse expedido, fazendo- o retornar ao regime fechado na Colônia Penal Lafayete Coutinho, onde cumpria a pena inicial.
Tecnologia do Blogger.