Presidente de confederação de natação é preso em ação da Polícia Federal - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Presidente de confederação de natação é preso em ação da Polícia Federal


A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (6) o presidente afastado da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes, durante uma operação contra desvios de recursos repassados ao órgão, que foi batizada de Águas Claras.

Também foram presos Sérgio Alvarenga, diretor-financeiro da CBDA, e Ricardo Cabral, coordenador técnico da modalidade de polo aquático. Todas as prisões foram feitas no Rio de Janeiro. Ricardo de Moura, coordenador técnico da natação, está foragido. Inicialmente, a PF informou que havia cinco mandados de prisão, mas depois corrigiu para quatro.

Duas pessoas foram conduzidas coercitivamente em São Paulo. Outros 16 mandados de busca e apreensão também foram cumpridos. Todas as medidas foram expedidas pela 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

Segundo a PF, os investigados responderão pelos crimes de peculato, associação criminosa e fraude a Lei de Licitações. As investigações apuram o destino de cerca de R$ 40 milhões repassados à CBDA.

Denúncias de atletas e ex-atletas motivaram a operação, que é feita em parceria entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF), com a participação da Controladoria-Geral da União.
Tecnologia do Blogger.