Portela não quer dividir título com Mocidade e vai recorrer na Justiça - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Portela não quer dividir título com Mocidade e vai recorrer na Justiça


A Portela vai recorrer da decisão da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), que decidiu pela divisão do título de campeã do Grupo Especial no carnaval de 2017 entre ela e a Mocidade Independente de Padre Miguel.

Mesmo tendo em vista que só saiu vitoriosa na apuração das notas, na Quarta-Feira de Cinzas, devido ao erro grosseiro de um jurado que tirou indevidamente um décimo da Mocidade, a agremiação não aceita a partilha. “Nós vamos pedir a nulidade disso. Isso não é um ato jurídico perfeito”, declarou Luiz Carlos Magalhães, presidente da Portela.

A decisão da liga atendeu a um recurso apresentado pela Mocidade, que questionou as notas dadas pelo jurado Valmir Aleixo. Ele tirou um décimo da escola alegando que ela não apresentou destaque no abre-alas, o que seria importante para a apresentação do enredo. Acontece que sua interpretação baseava-se em informações da primeira edição do roteiro da Mocidade, que tinha sido modificado em sua versão final.

Se o décimo de ponto não fosse retirado, a Mocidade seria declarada campeã, pelo critério de desempate: o quesito Comissão de Frente, em que alcançou nota maior que a Portela.
Tecnologia do Blogger.