Menina de seis anos vira fenômeno na web pela habilidade com a bola e recebe convite para visitar o Barcelona - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

Menina de seis anos vira fenômeno na web pela habilidade com a bola e recebe convite para visitar o Barcelona


Uma menina de apenas 6 anos, filha de brasileiros, mas natural e residente de Kansas City, no Missouri (EUA), é a nova sensação das redes sociais. Tudo por conta de sua habilidade incomum com a bola nos pés. Os vídeos com as incríveis performances da pequena Ariana dos Santos conquistaram 90 mil seguidores e chamaram a atenção até de Andressa Alves, destaque da seleção brasileira e do Barcelona. A atacante convidou a garotinha para conhecer as instalações do clube catalão, e a viagem aconteceu no fim de março.

— Se ela mantiver esse nível, com certeza, vai estar na seleção em pouco tempo. Na sub-17, sub-20, principal... — aposta Andressa: — Ela já é um fenômeno para a idade.

Ariana começou a jogar futebol aos 2 anos por influência do pai, David dos Santos, que é professor de futebol nos Estados Unidos.

— Quando ela começou a andar, passou a brincar de futebol. Logo vi que seria diferente — diz o pai orgulhoso.

Graças ao talento fora do normal, Ariana costuma treinar com crianças mais velhas, meninas e meninos. Na viagem à Espanha, acompanhada por David, pôde realizar alguns sonhos. Além de conhecer o CT do Barcelona e conviver com Andressa, a pequena craque bateu bola com atletas do time como o meia Rafinha e o volante Mascherano. Tirou foto com o treinador, Luis Enrique, e, para completar, ainda entrou em campo com as jogadoras da equipe feminina na partida contra o FC Rosengard, da Suécia, pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

— Ela ia entrar de mãos dadas comigo — conta Andressa: — Mas eu estava machucada e ela entrou com a Marta (do Rosengard).

Nada mal, mas faltou uma coisinha para deixar a viagem de Ariana completa: conhecer o grande ídolo, Neymar. O jogador não estava em Barcelona porque disputava as Eliminatórias da Copa com a seleção brasileira.

— Quem sabe em uma próxima — afirma o pai.


Em Barcelona, Ariana também fez um tremendo sucesso. Chamada de fenômeno por treinadores locais, ela deu até autógrafo.

— As meninas das divisões de base do Barça ficaram encantadas com ela. Foram fotos, autógrafos... Os torcedores também — lembra David.

A princípio, Ariana seguirá treinando nos Estados Unidos, onde mora com os pais. Mas é bom a CBF ficar de olho nela para não perdê-la para a seleção norte-americana.

— Eu quero ela jogando pela seleção brasileira. E, pelo que vejo, ela também quer — diz o pai.

— Ela nasceu lá, mas o sangue é brasileiro. Você já viu pelo jeito que ela joga (risos). Tem que escolher o Brasil. Futebol que ela joga é de brasileiro, não é de americano não — acrescenta, por fim, Andressa Alves.
Tecnologia do Blogger.