Idosa é condenada a prisão perpétua por personificar bruxa para atormentar e agredir a neta - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Idosa é condenada a prisão perpétua por personificar bruxa para atormentar e agredir a neta


Uma avó moradora de Oklahoma, nos EUA, foi condenada a prisão perpétua por aterrorizar a neta ao se vestir como a bruxa "Nelda" - personagem criada por ela própria. Ao incorporar este papel, Geneva Robinson, de 51 anos, maltratava a neta de 7 anos com beliscões, sustos, tapas, chutes, queimaduras e outros tipos de agressões.

De acordo com o 'Globo', a vó chegou a bater com chicote e cortar o cabelo da criança. O namorado da avó também torturava a menina. Joshua Grander, de 33 anos, se vestia de outro personagem: o demônio "Coogro". O agressor também foi condenado, com uma pena de 30 anos de prisão.

O terro foi vivido pela menina entre junho e setembro de 2014, após seus pais se separarem e as crianças terem ido morar com a avó.

A promotora do caso, Merydith Easter, alegou que a criança viveu em uma "casa dos horrores". "Ela merece a mesma quantidade de misericórdia que mostrou a essa criança, o que quer dizer nenhuma", afirmou.

Tecnologia do Blogger.