Família acusa extremistas islâmicos de assassinar modelo por usar calça jeans - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Família acusa extremistas islâmicos de assassinar modelo por usar calça jeans


A família de Raudha Athif, 21, uma modelo e estudante de medicina que foi encontrada morta, em seu quarto, em Bangladesh, acusa extremistas islâmicos de terem assassinado a jovem.

Segundo o relatório da autópsia de Raudha, ela teria se suicidado, mas a família vem utilizando as redes sociais para afirmar que na verdade ela foi morta, já que costumava usar roupas consideradas mais “ousadas”, a exemplo da calça jeans.

Em um dos seus trabalhos como modelo, Raudha já tinha sido capa da Vogue da Índia, em outubro do ano passado.
Tecnologia do Blogger.