Chuva e oportunidade: autônomo cobra R$ 1 para transportar pessoas em Salvador - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Chuva e oportunidade: autônomo cobra R$ 1 para transportar pessoas em Salvador


Não existe tempo ruim para a criatividade. E disso o baiano entende muito bem. Que o diga o autônomo Antônio Sérgio Silva, 35 anos, que trabalha com carga e descarga de frutas e, quando chove forte, ganha uns trocados extras de forma inusitada na região da Calçada, em Salvador.

Bastou cair o cacau, e ele pega sua 'Cinquentinha', na Estrada das Barreiras, onde mora com a família, e parte para a frente do terminal de trens, para oferecer seu serviço de baldeação sobre uma carrocinha - que lhe rendeu o apelido de 'Sérgio da Prancha'. O preço? R$ 1, mas tem conversa. "Uma vez aqui ganhei R$ 36. Às vezes R$ 50, R$ 20", conta ele, que já chegou a faturar R$ 40 em apenas uma hora de aguaceiro.

O carrinho fica no depósito de um colega feirante em São Joaquim, e serve quase que exclusivamente para isso: transportar o povo no alagamento que, ali na Calçada, após um toró, é certo. "Toda vez que chove, que eu sei que vai encher (eu venho). Trabalho mal feito é isso aí. Aí quem paga é a população. E eu ganho um dinheirinho, né?", comenta.

Antônio explicou que teve a ideia de montar a carroça ao presenciar um alagamento no terminal de ferryboat. "Logo me veio a Calçada, que desde que o mundo é mundo alaga. Foi aí que comprei a base e coloquei os sombreiros. Comecei vindo às vezes, hoje em dia todo mundo me conhece", lembra ele.

Tecnologia do Blogger.