Bebê jogado no chão por enfermeira em hospital do DF recebe alta - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Bebê jogado no chão por enfermeira em hospital do DF recebe alta


O pequeno Vítor Hugo, jogado no chão enrolado aos lençóis poucas horas depois de nascer no Hospital Regional do Gama (HRG), por uma enfermeira, está em casa. O incidente, ocorrido no dia 20 de março, provocou revolta nos moradores do Distrito Federal, já que a criança foi colocada ao lado da mãe pela profissional de saúde, como se nada tivesse acontecido.

A criança foi liberada nesta segunda-feira (3/4) e, de acordo com o pai, passa bem. “Agora, teremos que fazer acompanhamento. Os médicos pediram vários exames”, disse Wanderson Eduardo de Santa Rita, 33 anos.

O caso está sendo investigado pela 14ª Delegacia de Polícia (Gama), que tem até o dia 20 para concluir o o inquérito. Os pais do bebê ainda não foram ouvidos. “Quem causou o acidente não fez nada. Só quando foi trocar a equipe de plantão é que os outros médicos deram atenção”, acusa o eletricista, que tem outros três filhos. Para ele, foi uma “tentativa de homicídio”.

Segundo a família da criança, a enfermeira que entrou na sala pós-parto para recolher os lençóis não viu que ela estava no meio dos panos e acabou jogando o recém-nascido no chão, junto com a roupa de cama. O fato ocorreu no momento em que a mãe precisou ir ao banheiro e deixou a criança sozinha

Na época, o diretor do HRG, José Roberto de Deus Macedo, confirmou que a criança caiu no chão. Mas deu outra versão para o ocorrido. Disse que a enfermeira foi socorrer uma outra mãe e puxou o lençol para cobrir uma cadeira suja de sangue, para que a mulher pudesse se sentar. A Corregedoria da Saúde investiga o caso para indicar de quem é a responsabilidade.

Depois do incidente, o recém-nascido foi transferido para o Hospital de Base do DF (HBDF) e para o Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib), onde ficou até esta segunda.
Tecnologia do Blogger.