Um aplicativo conseguiu ter a mesma eficácia da pílula anticoncepcional - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Um aplicativo conseguiu ter a mesma eficácia da pílula anticoncepcional

Anuncie aqui 71 993179391

Lembra quando nossas avós (ou bisavós) só podiam controlar a natalidade por meio da chamada "tabelinha"? Ou seja, confiavam num calendário para saberem o período em que estavam férteis ou não. Agora, um aplicativo para celular e tablet, que tomou como base a lógica da "tabelinha", conseguiu ser tão eficaz que foi considerado um anticoncepcional melhor do que a camisinha e com mesma qualidade das pílulas – que existem há mais de 50 anos.

Pois é, o Natural Cycles, que está disponível nas lojas Google Play e App Store, foi criado pela física suíça Elina Berglund e pelo marido, Raoul Scherwizl. Por meio da análise da temperatura, usando um termômetro basal (colocado debaixo da língua), que acompanha a assinatura do software, os algoritmos presentes no aplicativo são capazes de avaliar o ciclo menstrual da usuária e o período em que ela está fértil. Por exemplo, após a ovulação, com o aumento do nível do hormônio progesterona, a mulher costuma ter sua temperatura elevada em 0,45º C. Isso interfere em diversos fatores, como a sobrevivência dos espermatozoides e os picos de fertilidade.

"É muito empolgante saber que existe uma alternativa comprovada às formas convencionais de evitar a gravidez, e que seja possível substituir um medicamento pela tecnologia", diz Elina Berglund em entrevista ao site americano de notícias Business Insider.

O Natural Cycles, claro, não funciona apenas para evitar a gravidez. Por "entender" o ciclo mesntrual da usuária, ele também ajuda aquelas que querem ter mais chances de engravidar.
A alegria da fundadora do Natural Cycles se deve à aprovação que o app recebeu da empresa alemã de inspeção e certificação Tüv Süd. O software foi testado clinicamente em dois estudos, que avaliaram mais de 4 mil mulheres. Num grupo de mil voluntárias, apenas cinco engravidaram ao receberem o "cartão verde" do programa – essa é a indicação para os períodos em que não há risco de gravidez. Com isso, sua taxa de eficácia se equiparou à da pílula anticoncepcional e ficou acima da popular camisinha – vale lembrar que, obviamente, um app não funciona como proteção para doenças sexualmente transmissíveis.

Com a aprovação do Natural Cycles, ele entrou para a lista de métodos contraceptivos reconhecidos e recomendados pelo Serviço Nacional de Saúde (National Health Service), do Reino Unido. Agora, os médicos têm a liberdade de indicá-lo, assim como já fazem com preservativos, implantes e pílulas. Este é o primeiro aplicativo do mundo a ser oficialmente certificado por uma autoridade de saúde.

Um diferencial do software é que, por "entender" o ciclo de cada usuária, ele se adapta ao organismo e não fica preso ao período menstrual de 28 dias, como era previsto na tradicional "tabelinha". "Eu não encontrava boas formas naturais de controle de natalidade, então, resolvi desenvolver o aplicativo para mim mesma", revela Elina Berglund à revista americana de tecnologia Wired.

Tecnologia do Blogger.