O maior de todos: Falcão se despede da seleção de futsal com mais um gol e muita emoção - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

O maior de todos: Falcão se despede da seleção de futsal com mais um gol e muita emoção


Um dia um tanto triste - e de muita emoção - para o futsal nacional. O maior jogador de todos os tempos disse adeus à seleção brasileira. Prestes a completar 40 anos de idade, Falcão vestiu a camisa amarelinha pela última vez de forma oficial. E fez o que mais se acostumou a fazer durante a carreira: show. Ele marcou um gol e deu o passe para outro na vitória por 3 a 2 para cima da Colômbia.

Falcão precisou de apenas um toque na bola para ir às redes. Ele saiu do banco de reserva no primeiro tempo, recebeu uma bola rolada em um escanteio e encheu o pé, quase afundando o goleiro no gol. Depois, ainda participou de uma cobrança de falta ensaiada e achou um passe perfeito para Lino anotar o terceiro gol brasileiro no confronto. Alex marcou o outro gol verde e amarelo.

No fim, ainda deu tempo de espetáculo: chapéu, gingada e dribles que levaram a torcida ao delírio. E de um choro na entrevista após a partida, com direito a abraço carinhoso de todos os companheiros.

"A diferença foi trazer a alegria de jogar uma pelada para o profissional. Acertei, errei, ganhei, perdi... Espero ter deixado um legado importante. Fico feliz de ter alegrado gerações, de ter colocado as pessoas para ver o futsal. Sempre fui muito competitivo, as vezes pequei por isso. Mas tenho certeza que em todos os 242 jogos eu me entreguei em quadra. Não só pelos jogos como também para a torcida", disse à TV Globo, sem conseguir segurar as lágrimas.

Como ele mesmo disse, Falcão se despede da seleção com 242 jogos oficiais e incríveis 385 gols marcados, o que dá a ele o título de maior artilheiro de seleções em todos os esportes geridos pela Fifa (futsal, futebol de campo e futebol de areia). Ele tem dois títulos de Copa do Mundo e foi eleito duas vezes o melhor jogador do planeta pela Fifa.


Agora, Falcão ainda terá outra despedida da seleção, mas essa não em uma partida oficial. No segundo semestre, ele vai organizar um evento festivo em São Paulo para dizer adeus de uma vez por todas.

"Hoje tentei segurar um pouquinho a emoção. Agora vou tentar fazer mais uma grande festa no segundo semestre, lá em São Paulo, perto de todo mundo que gosta de mim, onde eu nasci. E aí sim viver aquele momento. Hoje ainda tem a divisão, saber que é uma pré-despedida", disse.
Tecnologia do Blogger.