'Não foi esperma, foi urina', diz homem que alega ter incontinência e foi preso após molhar braço de passageira - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

'Não foi esperma, foi urina', diz homem que alega ter incontinência e foi preso após molhar braço de passageira


O motorista de ônibus preso nesta quarta-feira de manhã, na Rótula do Abacaxi, após ser acusado de ejacular no braço de uma mulher dentro de um coletivo, foi ouvido na 6ª Delegacia de Brotas, assinou um Termo Circunstanciado (TC) e foi liberado.

Segundo a delegada Maria Dail, titular da unidade, o homem, que não teve o nome revelado, negou o crime e alegou sofrer de problemas na próstata e ter incontinência urinária.

"Ele disse que vai trazer o laudo médico, disse que não cometeu o ato, que foi urina. Ainda não comprovamos o fato, a moça limpou o braço e jogou o papel fora. Vamos pedir as imagens das câmeras de segurança do ônibus", afirmou a delegada.
Tecnologia do Blogger.