Itaú e Santander anunciam novas regras para pagar cartão de crédito - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Itaú e Santander anunciam novas regras para pagar cartão de crédito

Adsense

O Itaú Unibanco e o Santander anunciaram ontem as novas regras para o rotativo do cartão de crédito. Para adequar-se às normas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que determinou que a partir de 3 de abril nenhum cliente pode passar mais de 30 dias no crédito rotativo, o Itaú estabeleceu que quem não quitar a fatura integralmente, pagar o mínimo ou não optar por um financiamento terá automaticamente o valor devido parcelado em 12 meses. As taxas para esse financiamento da fatura vão de 0,99% a 8,9% ao mês.

A instituição também reduziu a taxa do rotativo (que incide no primeiro mês de atraso do pagamento) em 4 pontos porcentuais na média, enquanto que no maior caso a redução foi de 7 pontos. A taxa máxima cobrada no rotativo está em torno de 16% ao mês, já a cobrança do Itaú será de 9,9% mensais.

Para o diretor executivo do Itaú, Marcos Magalhães, além de essa ser uma forma de manter o cliente ativo já que o cartão não é bloqueado com o parcelamento da fatura, a expectativa do banco é que a redução das taxas do rotativo ajude na retração da inadimplência. “A mecânica de parcelamento tende a reduzir o descontrole (financeiro). Também achamos que a redução do rotativo é um passo importante para interromper o ciclo de que a inadimplência é alta porque a taxa é alta”, afirmou.

O Itaú tem 29,3 milhões de cartões de crédito de titulares ativos. Segundo Magalhães, 12% deste total está no rotativo ou inadimplente. O Santander, que também anunciou nesta quarta-feira as mudanças que serão adotadas em abril, informou que o parcelamento do rotativo será feito de 4 a 18 vezes, com juros que irão variar de 2,99% a 9,99% ao mês, de acordo com o perfil e as necessidades financeiras do cliente. Além disso, o valor do pagamento mínimo da fatura será composto pelo percentual de 15% sobre os novos gastos e pelas parcelas de financiamentos de faturas anteriores, caso haja.

O Banco do Brasil havia anunciado suas novas regras de pagamento em meados de fevereiro. O cliente do banco estatal também entrará num parcelamento automático, depois de um mês no rotativo, mas o prazo será mais longo: de 24 meses.

O cliente do Bradesco também será direcionado para um parcelamento do saldo da fatura em 12 vezes depois de permanecer 30 dias no crédito rotativo. A diferença para os concorrentes é que o parcelamento já começará em abril, portanto, quem estiver no rotativo em março terá o financiamento automático no próximo mês.
Tecnologia do Blogger.