Incêndio criminoso na Seinfra de Camaçari não destruiu documentos do Minha Casa Minha Vida - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

Incêndio criminoso na Seinfra de Camaçari não destruiu documentos do Minha Casa Minha Vida

Anuncio

A Secretaria da Infraestrutura e Habitação (Seinfra) informou, nessa quarta (15/03), que o incêndio que atingiu uma das salas da pasta não resultou na perda de dados. “O incêndio foi pontual e atingiu um computador que era utilizado pelo setor de Habitação. O equipamento tinha dados dos inscritos no programa Minha Casa, Minha Vida, mas as informações estão preservadas porque temos a documentação”, informou a titular da pasta, Joselene Cardim.

O episódio ocorreu no último fim de semana, quando o número de funcionários trabalhando na secretaria é menor, e atingiu um computador, uma mesa e um ar condicionado. A Seinfra prestou queixa na 18ª Delegacia Territorial de Camaçari, na segunda-feira (13/03) e está aguardando a pericia técnica.

Aparentemente há indícios de que foi um incêndio criminoso com tentativa de queima de arquivo. Na sala atingida, funcionários da Seinfra encontraram restos de gasolina e vasilhame com o combustível. Desde o início do ano, vários órgãos de comunicação têm publicado notícias de pessoas que estão colocando à venda unidades do Minha Casa, Minha Vida em Camaçari, o que é proibido.

Os imóveis, que deveriam pertencer a pessoas carentes para elas morarem, são oferecidos a preços que variam de R$ 15 mil a 25 mil. Um dos sites que publicam esses anúncios na internet é o OLX. O que se suspeita é que alguns imóveis foram entregues a pessoas com faixa de renda sem o perfil do programa. Como a Polícia Federal e o Ministério Público Federal já apuram essa irregularidade, a Prefeitura vai passar os detalhes do caso aos órgãos.
Tecnologia do Blogger.