Ilha artificial pode ser fonte de energia para seis países - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Ilha artificial pode ser fonte de energia para seis países


Uma enorme ilha artificial, com sua própria pista de pouso e porto, poderá ser construída no Mar do Norte até 2050, se os planos forem aprovados em ao final de março de 2017. A ilha de 6,5 quilômetros quadrados servirá como plataforma de energia que seria cercada por campos de turbinas eólicas offshore.

A ilha abrigaria uma vasta rede de painéis solares e turbinas eólicas que atravessariam o “Dogger Bank”, um grande banco de areia localizado a 100 quilômetros da costa leste da Inglaterra. O Dogger Bank é relativamente superficial, com profundidades entre 15 e 36 metros, o que é esperado para reduzir os custos.

Segundo o projeto, a ilha forneceria energia a seis países europeus através de cabos submarinos – Grã-Bretanha, Holanda, Dinamarca, Alemanha, Noruega e Bélgica.

O Copenhagen Post informou que a ilha, se aprovada, custaria pouco mais de US$ 1,3 bilhão (equivalente a R$ 4 bilhões) e a Energinet, operadora de energia estatal dinamarquesa, disse que espera que a usina offshore seja concluída em 2050. “Talvez isso pareça um pouco louco e ficção científica, mas uma ilha no Dogger Bank pode tornar a energia eólica do futuro muito mais barata e eficaz”, explicou Torben Glar Nielsen, diretor técnico da Energinet ao jornal britânico Independent.
Tecnologia do Blogger.