Galã global dos anos 80 vende sanduíches e batata-frita na praia - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Galã global dos anos 80 vende sanduíches e batata-frita na praia

Adsense

Mário Gomes, galã da televisão brasileira nos anos 1980, atualmente afastado da programação da TV Globo, trabalha em sua própria barraca de praia na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde vende sanduíches e batata frita. O ator, de 65 anos, já atuou em cerca de 30 novelas, como “Vereda Tropical”, “Guerra dos Sexos” e “Gabriela”. “Estou fazendo uma experiência. Me preparando para investir em food truck”, declarou em entrevista ao jornal Extra. Na barraca, Mário tem a companhia do filho, João, que toca violão para os clientes. “Fico bebendo minha cachaça e vendo esse visual da praia”, brincou o ator.

Em 2012, ele já enfrentava problemas financeiros. “Construí ao longo da minha carreira um patrimônio que me mantém. Obviamente tenho minhas dificuldades, mas sempre tem um coco pra gente vender. Estou aí para o que der e vier. Estou de pé. Não tenho nada contra ninguém, não sou saudosista. Mas tenho consciência da minha trajetória e da força do meu nome. Já fui o Neymar da televisão”, disse.

O Boato – No auge do sucesso, na década de 80, foi caluniado com o boato de que teria dado entrada em um hospital com uma cenoura enfiada no ânus. Em 2012 ele comentou o assunto, ao site IG, quando avaliou o boato como “uma tentativa de assassinato”: “A história da cenoura, bem ou mal, foi uma tentativa de assassinato. Mas ela não me matou. É como Nietzsche diz: ‘o que não mata, nos fortalece’”. Contra tal atitude, hoje ele pede R$ 40 milhões de indenização.

E, sobre retomar a carreira de ator, ele avisa: “Agora vou ser professor, darei um curso no Polo de Cinema e Vídeo de como ter seu próprio canal de televisão”. Mas ele também se prepara para retornar às gravações de “Magnífica 70”, série que vai para a terceira temporada no canal HBO.

Outra coisa, nobre. Mário Gomes ainda acha tempo para fazer um trabalho voluntário no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Junto com os moradores do local, ele criou uma horta comunitária. “Recebi até ligação de Fernanda Montenegro me parabenizando”, gaba-se.
Tecnologia do Blogger.