Assaltantes que balearam uma subtenente da PM na Bahia são condenados a 22 anos de prisão - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Assaltantes que balearam uma subtenente da PM na Bahia são condenados a 22 anos de prisão


José Edson Cardeal Magalhães Carvalho Junior, de 20 anos, e  Manoel Felipe dos Santos Conceição Junior, 18, foram condenados a 22 anos de prisão pela tentativa de latrocínio contra a sub-tenente da Polícia Militar, Carla Sena. O crime ocorreu no dia 5 de outubro de 2016, em Juazeiro. A sentença foi expedida pelo juiz da Primeira Vara Criminal do município, Eduardo Ferreira Padilha. O caso foi julgado em pouco mais de 90 dias.

Com os atenuantes, José Edson deverá cumprir dez anos de prisão, considerando que a tentativa de latrocínio é enquadrada em crime hediondo. Com isso, ele irá cumprir dois quintos da pena, ou seja, pouco mais de 4 anos em regime fechado.

Já o outro réu, Manoel Felipe, deverá cumprir 13 anos e 4 meses. Destes, 6 anos em regime fechado. Não foi concedido aos réus o direito de apelar em liberdade.

Assalto


Os assaltantes abordaram Carla Sena quando ela saia de uma agência bancária no centro de Juazeiro. Segundo os relatos, a dupla atirou na vítima para roubar o seu veículo. A Pfem foi atingida com um tiro na região do braço e passou por uma cirurgia. Durante o assalto, a policial conseguiu atingir um dos assaltantes na perna. Os dois jovens foram presos no dia do crime e permaneceram no Conjunto Penitenciário de Juazeiro.

"O trabalho da Justiça e do MP foram exemplares. Em tempo recorde o caso foi julgado", disse Carla Sena ao site Preto no Branco.
Tecnologia do Blogger.