Após barrar lavrador por usar chinelo, juiz é condenado a pagar R$ 12 mil - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Após barrar lavrador por usar chinelo, juiz é condenado a pagar R$ 12 mil

Anuncie aqui 71 993179391

O juiz do trabalho Bento Luiz de Azambuja Moreira foi condenado a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 12 mil ao agricultor Joanir Pereira, de Cascavel, no oeste do Paraná.

A decisão foi proferida pelo juiz federal Alexandre Gauté, após Bento ter interrompido uma audiência porque o agricultor estava de chinelos. Na ocasião, ele alegou que o calçado "atentaria contra a dignidade do Judiciário".

De acordo com a sentença, Bento agiu “com culpa grave” e “de forma imprudente”. Ainda segundo o juiz federal, a atitude de Moreira "abalou a moral" do agricultor, que estava usando chinelos porque não tinha outro sapato. A Procuradoria da União no Paraná destacou que a conduta do condenado foi “absolutamente irrazoável e socialmente discriminatória”.
Tecnologia do Blogger.