Camaçari: Após ter pés amputados em acidente, casal Adriana e Jean ganha festa de casamento - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari e RMS

Header Ads

Camaçari: Após ter pés amputados em acidente, casal Adriana e Jean ganha festa de casamento



A violência no trânsito é responsável por vitimar um número grande de pessoas em todo o país, seja pelo consumo de bebidas alcoólicas, imprudência na hora de fazer ultrapassagens e infrações diversas. Por isso, muitas vidas são interrompidas causando dor e sofrimento para os acidentados e também familiares. De acordo com dados da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), no ano 2015, foram 3.372 acidentes de motocicletas, resultando em 60 mortes e 3.820 feridos, na capital baiana. A média foi de nove acidentes por dia.

O casal Adriana Santana, de 26 anos, e Jean Silva de Souza, de 27 anos, mais conhecido como Kbeça do Cavaco, entraram para essa estática de maneira trágica. Eles se envolveram em uma batida entre a moto que estavam e um carro, e acabaram perdendo o pé direito. O acidente aconteceu no dia 20 de junho de 2016, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).
Segundo a Adriana, que trabalhava como garçonete, eles decidiram comprar uma moto assim que começaram a namorar por conta da distância entre a casa deles e a região central de Camaçari. O veículo ajudava na mobilidade para fazer atividades diárias como ir ao trabalho. “Ele saia pela manhã, voltava à noite. Eu saia pela tarde e retornava as madrugadas, mas graças a Deus sempre fomos tranquilos ao trânsito, tínhamos pavor de andar correndo”, contou.


Ao saber das ocorrências que volta e meia eram registradas na cidade, ela destaca que sempre houve uma preocupação em andar do limite de velocidade e com atenção redobrada pelos riscos de acidentes. Ainda segundo ela, no dia do ocorrido ela foi ajudar uma pessoa próxima e essa simples saída acabou mudando toda sua vida.
“Depois de dar socorro a uma vizinha que passou mal, eu pedi a Jean que fosse me buscar, por volta das 18h. Quando estávamos passando em frente ao hospital Geral de Camaçari, um homem embriagado fez uma travessia irresponsável, nos pegando em cheio e jogando do outro lado da pista de uma tal força, que foi realmente a mão de Deus que nos salvou”, disse ela.
Mas apesar das dificuldades na qual eles foram introduzidos, a esperança de dias melhores nunca deixou de existir. Uma onda de amor, empatia e cuidado passou a fazer parte da vida do casal quando boa parte da população se comoveu com o episódio e resolveu ajudar.


“Nos comovemos muito pois pessoas que não conhecia a gente vieram ajudar em doações de sangue, alimento, dinheiro, além do apoio psicológico nesse momento tão delicado de nossas vidas.
Através das redes sociais, uma mobilização foi feita para ajudar eles a continuarem a vida, e no lugar da tristeza e preocupação ficou somente a solidariedade. O casal resolveu participar de uma promoção onde o prêmio era ganhar um festa de casamento.
Adriana lembra que a gravação do vídeo para participar da seleção foi feita enquanto Jean ainda estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. “Liguei pra Jean e disse que ia gravar um vídeo para ganhar uma festa de casamento. Tiramos ele com todo cuidado da maca e gravamos um vídeo de um minuto assim como mandava as regras. Foi ali que pedimos forças a Deus e que esse presente seria nosso”, explicou.
O vídeo do casal teve mais de 15 mil curtidas, 2.200 compartimento e 50 mil visualizações no Facebook, deixando em evidência a comoção da cidade pelo ocorrido.
“A notícia da vitória veio como um acalento a toda tempestade pois ali se iniciava mais uma jornada. Liguei pra meu amor e disse venha pra casa que temos uma casamento para organizar. Vi todos os fornecedores dizendo que mesmo se não tivéssemos ganhado eles tinham se juntado para dar o casamento completo”, revelou Adriana.

Após a vitória, era chegada a hora de comemorar com tudo que os noivos tinham direito. Além da festa, eles também ganharam um dia inteiro no salão para dar um ‘tapa’ no visual, alianças de ouro, making off e muito mais. A celebração aconteceu no novo espaço de festas da cidade, que fica localizado no Centro Gastronômico Bibi Gourmet, e contou com 110 convidados.
No evento, familiares e amigos tiveram um cardápio com direito a comida japonesa, doces gourmet, mesas antepastas, que são tortas salgadas, folheados e frios, além da apresentação musical da família Borges e DJ Alcapone.

Atualmente, eles enfrentam mais um desafio para a compra das próteses, que vai dar mais qualidade de vida, auxiliando na execução de atividade simples no dia a dia. “Hoje estamos em campanha online para conseguir de nossas próteses, pedindo ajuda e eu creio que vamos conseguir. O valor está estimado a 25 mil reais e vamos conseguir com fé em Deus”, concluiu.
Tendo boa parcela de participação na realização desse sonho, o empresário e idealizador do Expo Noivas, Nilsson Fiazz, que lançou o projeto em 2014 com o objetivo de promover fornecedores que ainda não tinham encontrado um espaço no mercado, revela que ficou surpreso com o envolvimento dos profissionais e também da população nessa história.
“As pessoas se comoveram tanto que teve gente mandou mensagens de outros países em apoio a história deles”, contou o promoter.
Para a cerimonia acontecer foi necessário um montante no valor de 32 mil reais, valor adquirido com a contribuição de 30 fornecedores e também de pessoas que souberam do caso e resolveram entrar nessa corrente de amor.

“Essa história mexeu muito comigo, com meu eu. É tão singelo perceber que você pode se doar, promover isso para um casal que passou por uma situação delicada na vida. Acho que Deus me colocou na vida deles para me fazer repensar a vida, a minha história, e sou muito grato por fazer parte da vida deles com meu projeto”, concluiu o empresário.
Tecnologia do Blogger.