Vítima de boato em 2016, baleira de Simões Filho ainda se depara com pessoas se assustando ao vê-la viva - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Vítima de boato em 2016, baleira de Simões Filho ainda se depara com pessoas se assustando ao vê-la viva

ads

Uma baleira de 21 anos foi confundida com uma mulher morta nas redes sociais. A mulher é moradora de Simões Filho e trabalha vendendo bala nos ônibus da região metropolitana de Salvador.

Segundo o boato nas redes sociais, Jéssica teria sido morta no ano passado no município de Candeias. Parentes e amigos ficaram preocupados e ainda hoje clientes e conhecidos se assustam quando a encontram.

— O pessoal disse que ela era muito parecida comigo.

As pessoas fizeram uma montagem com a foto de Jéssica e a outra mulher, dizendo que a baleira que vendia doce em Candeias tinha morrido. O boato se espalhou pela região em apenas um dia.

Com a repercussão da falsa notícia, ela decidiu fazer um vídeo explicando que estava viva. Além disso, mostrou que possuía um sinal no queixo, que a mulher morta não tinha.

Os motoristas da RMS já conhecem a jovem desde os nove anos, quando ela começou a trabalhar vendendo balas. Jéssica revelou que iniciou a atividade bem cedo para ajudar a mãe, que vendia lanches em Dias d´Ávila.
Tecnologia do Blogger.