Passada a eleição, vereadores de Salvador já estão favoráveis ao Uber - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Passada a eleição, vereadores de Salvador já estão favoráveis ao Uber

Anuncie aqui 71 993179391

Sob o temor de perderem votos dos sete mil taxistas e suas respectivas famílias, os vereadores de Salvador aprovaram de forma unânime, em abril de 2016, o projeto de lei que proíbe o Uber na cidade. Mas agora, passada a eleição, muitos deles já falam de forma favorável ao aplicativo, numa oportunista tentativa de capitalizarem a aceitação que o serviço tem tido pelos soteropolitanos.

“Quem estava no passado contra, hoje, se você conversar com os colegas [vereadores], você vai ver que estão a favor”, afirmou o vereador Maurício Trindade (DEM) nesta quinta-feira (9).

Apesar de compor a base do prefeito ACM Neto (DEM), que já declarou ser contrário à modalidade do Uber, Trindade disse que a empresa tem respaldo federal e o município não tem competência legal para impedir seu funcionamento. “Não cabe à prefeitura fiscalizar e ficar apreendendo o carro de ninguém”.

Trindade disse que o serviço de táxi em Salvador poder ser extinto, caso não se modernize, e ainda ironizou a atuação municipal de fiscalização ao Uber. “Se não se modernizar vai acabar o táxi em Salvador. Não podemos deixar que a prefeitura passe a vergonha de ficar apreendendo o carro dos outros”.

Segundo ele, a legalização do serviço, com o pagamento de impostos, vai gerar receita ao município. “A cidade está perdendo porque o Uber não paga nada, mas quando for regularizado a cidade vai ganhar”, defendeu, ao acrescentar que a demora na resolução do tema aumenta a rivalidade entre taxista e motoristas de Uber. “Não podemos deixar Salvador em guerra”.
Tecnologia do Blogger.