'Não sabia o que fazer', diz motorista do Samu que encontrou o filho morto ao atender chamado - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

'Não sabia o que fazer', diz motorista do Samu que encontrou o filho morto ao atender chamado

Anuncio

O motorista do Samu Flávio Simões, que descobriu que o filho de 21 anos estava morto ao atender a um acidente, contou nesta segunda-feira (27) que ficou sem ação. "Fiquei perdido, não sabia o que fazer", afirmou ele. O caso foi ontem em Ponta Grossa, no Paraná.

Flávio estava saindo para trabalhar quando o filho Kennedy Simões chegou em casa. "Não tinha ideia do que ia acontecer, não esperava por isso", confessou. 

Ao chegar para fazer o atendimento, ele reconheceu a moto do filho. "Quando cheguei, reconheci a moto e depois vi o corpo dele ao lado dela. Tive a sensação de que era ele mesmo, mas que eu poderia estar enganado", contou ele ao Jornal da Manhã. 

Kennedy teve a moto atingida por um carro. O motorista estava embriagado e com a carteira suspensa, segundo a Polícia Militar. Ele foi preso em flagrante, mas foi solto após pagar fiança de R$ 3 mil e vai responder por embriaguez ao volante e homicídio culposo em liberdade.

Familiares e amigos fizeram uma manifestação hoje pela manhã para lembrar Kennedy e pedir mais rigor nas leis envolvendo mortes no trânsito. "A gente espera que após essa manifestação, as leis sejam mais severas", diz Flávio.
Tecnologia do Blogger.