Diretor do Seteps diz que Sindicato dos Rodoviários usa carnaval para fazer chantagem - Camaçari Aquitem - O seu portal de notícias de Camaçari

Diretor do Seteps diz que Sindicato dos Rodoviários usa carnaval para fazer chantagem

Anuncie aqui 71 993179391

O diretor de Relações Institucionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, diz estar confiante de que os rodoviários da capital baiana não irão paralisar as atividades durante o carnaval. O Sindicato dos Rodoviários já aprovou o estado de greve, uma estágio anterior à paralisação. Os trabalhadores reivindicam o recolhimento de FGTS, participação nos lucros das empresas e gratificação do carnaval.


Na manhã desta sexta-feira (17), o diretor do Seteps comentou o movimento do sindicato em véspera de carnaval. "Isso é histórico, não é nenhuma novidade. O sindicato sempre usou o carnaval como forma de chantagear a cidade. A gente tem que tomar cuidado para verificar todas as consequências desse movimento e se posicionar enquanto empresários", apontou Castro.

Em relação à reclamação dos rodoviários que estão sem ter o FGTS recolhido, Castro afirma que apenas uma empresa se encontra nessa condição. "Do que adianta uma greve agora, se eu não posso pagar, não vai ter arrecadação, vou ficar com menos dinheiro ainda e as dificuldades serão maiores. Uma greve agora é um caos, é uma estupidez do ponto de vista das empresas de transporte. Isso só vai prejudicar a população. Não estou conseguindo compreender até agora. Vamos ver a oficialização e ver o que se pode fazer", ponderou o dirigente.

"Nós temos previsto na convenção coletiva a gratificação do carnaval. A gratificação é você dar um ticket de refeição a mais por dia para quem trabalha no carnaval", ressaltou Jorge Castro, dando o item como ponto pacífico nas negociações. O diretor não acredita na paralisação dos trabalhadores, pois seria, segundo ele, muito danosa para eles.

O secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, disse estar mediando o impasse. "Há dez dias a gente vem mediando sobre essa questão da gratificação do carnaval. O outro ponto, que é o FGTS em atraso por algumas empresas, foi firmado um compromisso para regularização até dia 30 de março. Agora, estamos discutindo o último ponto da pauta que é a participação dos rodoviários nos lucros das empresas", disse o secretário, informando que durante esta sexta ocorrerão reuniões para aprofundar as discussões com o sindicato da categoria.
Tecnologia do Blogger.