Cuidado com a dieta alcalina que já causou vítimas fatais nos Estados Unidos - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

Cuidado com a dieta alcalina que já causou vítimas fatais nos Estados Unidos

Anuncio

Uma militar britânica chamada Naima Houder-Mohammed foi diagnosticada com câncer de mama em 2010. Ele se tratou e foi considerada curada, mas, em 2012, o tumor retornou. A situação da mulher era tão grave que os médicos ofereceram um tratamento paliativo até a sua morte. Sem querer entregar os pontos, Naima recorreu a procedimentos alternativos, na esperança de ser curada.

Foi então que, pesquisando no Google, ela descobriu a dieta alcalina, desenvolvida pelo escritor americano Robert O. Young, autor de livros sobre Medicina alternativa. Em uma de suas obras, intitulada O Milagre do pH, que vendeu milhões de cópias, o 'especialista' recomenda o equilíbrio da acidez do corpo por meio do consumo de alimentos básicos (que não são ácidos), como folhas verde-escuras, temperos naturais e legumes.

Naima se dispôs a pagar US$ 3 mil (cerca de R$ 9,5 mil) por dia para iniciar o tratamento, mas o resultado não surtiu o efeito desejado. Depois de três meses sob os cuidados de Robert Young, a mulher não resistiu e morreu aos 27 anos. O método incluía infusões intravenosas de uma solução alcalina feita com bicarbonato de sódio.

As atividades do escritor começaram a ser investigadas pelo Conselho de Medicina do estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Foram identificados 15 pacientes que passaram pelo centro de reabilitação e acabaram morrendo. No ano passado, Young foi considerado culpado por praticar Medicina sem licença e ainda enfrentou um escândalo, ao descobrirem que seu diploma de PhD era comprado.
Tecnologia do Blogger.