Claudia Leitte entra na Justiça para evitar pagamento ao Ministério da Cultura: 'Desproporcional' - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

Claudia Leitte entra na Justiça para evitar pagamento ao Ministério da Cultura: 'Desproporcional'

Anuncio

Na tentativa de rever o valor da devolução ao Ministério da Cultura (MinC), a produtora da cantora Claudia Leitte, a Ciel, deu entrada em uma ação na Justiça. A pasta cobra R$ 1,2 milhão pelo não cumprimento de regras da Lei Rouanet, que possibilitou a arrecadação. O imbróglio entre o ministério e a produtora se arrasta desde o último ano.

O advogado Alessandro Dessimoni disse que a cobrança é "desproporcional" em relação às irregularidades apontadas. Em outro momento, a Ciel já tinha recorrido para evitar o pagamento integral do valor, sem sucesso.

Ainda de acordo com o MinC, a produtora deveria ter repassado o dinheiro integralmente ou iniciado o parcelamento até o dia 7 de janeiro. O processo deve ser encaminhado para o TCU em até 45 dias. Caso o pagamento não seja efetuado, a produtora pode até ser incluída no Cadastro Informativo dos Créditos Não Quitados de Órgãos e Entidades Federais (Cadin).
Tecnologia do Blogger.