Após início de motim do 'pavilhão de estupradores', presídio transfere 32 internos em Eunápolis, na Bahia - Camaçari Aquitem | O seu portal de notícias de Camaçari

Após início de motim do 'pavilhão de estupradores', presídio transfere 32 internos em Eunápolis, na Bahia

Anuncio

Por volta das 19 horas de quarta-feira (1), cerca de 60 presos que estavam na ala do “seguro”, - setor destinado a presos que correm risco de morte dentro da unidade, que não são aceitos pela massa carcerária, a exemplo de estupradores - no Conjunto Penal de Eunápolis, no Sul da Bahia realizaram um início de motim.

O motivo foi à superlotação deste espaço. Paredes e portas foram quebradas com o objetivo de forçar a transferência.

Segundo o Sindicato de Servidores Penitenciários da Bahia (Sinspeb), existia o receio dos internos que realizaram o motim, de que os presos que circulam no pátio invadissem o "seguro" para matá-los, pois o local já estava vulnerável por causa da superlotação.

Ainda de acordo com a entidade, em caso de rebeliões, presos do “seguro” são os primeiros a morrer e este pode ser um sinal de que algo ainda pode acontecer nesta unidade.

Tecnologia do Blogger.